Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

É que contado nem dá para imaginar...

28.04.14 | Fátima Bento | ver comentários (2)
Ainda não passava da meia noite, por isso ainda não era segunda-feira. Tínhamos dado o comprimido à Piccolina de tarde, e deixado o da Mia para quando os deitássemos: como ela se põe como de costume, ao lado da minha almofada, e só pegar naqueles (ui alguns dez (...)