Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

21
Set15

To e-read or not to e-read...

Fátima Bento

biblo1.jpg

Tenho um Kobo touch vai para três anos.

Passei da fase livros-são-em-papel-mais-nada, para o há-lá-coisa-melhor-que-um-e-reader?, e terminei com uma sala forrada a estantes cheias de livros, e com o Kobo em meio a todo o resto. Há lugar tanto para os livros em papel como para os digitais, não tenho disso qualquer dúvida.

Existem livros que nunca compraria em formato digital. E vice versa. Porque quando olho para as lombadas que me rodeiam há algumas que ATÉ podiam não estar ali. Tradução: há livros que poderiam desaparecer destas prateleiras. Em contrapartida, tenho livros no Kobo que os poderiam substituir; o problema é que não os encontrei nesse formato. Tenho literalmente carradas de Katzenbach (em inglês, francês e castelhano) no Kobo, que nem nos importados, ou nos de bolso, consegui encontrar. Quem diz Katzenbach diz uns quantos outros livros.

Mas o Kobo é bom é para livros 'só porque sim'. Tenho imensos livros de desenvolvimento pessoal, declutter - esse tipo de livro a que chamo livro prático e que me ocupa uma estante - alguns deveras parvos - a coleção das 'paresseuses' (preguiçosas) é um mimo. Os 'para totós' também se recomendam - são €0,99 cada, edições reduzidas dos que se vêem nas livrarias, fofinhos q.b.

E um exemplo de que ás vezes não há pachorra, é um livro que encomendei na Fnac, Z for Zachariah, e de que estou à espera vai para um mês. Seria tão mais fácil, prático e rápido (e provavelmente barato) comprar para o reader. Não tivera eu uma lista de espera alinhada, que vos diria se estava tanto tempo à espera... o que vale é que, se o comprasse agora, há fortes possibilidades de só o começar a ler no inicio de 2016, pelo que não há pressa.

Mas o must-mesmo-must do reader vai para a estação que se avizinha.

Tenho três manias (entre uma carradão delas...):

  1. só leio na cama;
  2. gosto de dormir num quarto com uma temperatura baixa;
  3. durmo com um top de alças no pino do Inverno.

Portanto façam lá a contabilidade do que é ler em papel, para mim, no inverno... no kobo, só preciso de uma mão fora do edredão, a pagina muda com um toque do polegar OU com o indicador esquerdo que não constipa ninguém. É um sonho... mas reduz-me um bocado a variedade da leitura... por isso este ano vou arranjar um casaquinho só para usar na cama, para poder ler o que me der na telha. Se for papel, visto-o. Se for digital, deito-me com o meu top e deixo-me embalar.

Por isso, na minha opinião, e para finalizar, não existe qualquer hipótese de rivalidade entre o reader e os livros impressos.

Como em tudo o resto, há espaço para tudo!

Bacci!

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

...porque outubro é quando quisermos...

mini.JPG

 

Pesquisar

A ler agora

livro.JPG

 

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Sigam-me aqui:

Bloglovin.JPG

 

Instagramem-me:

Aqui e agora